Resistência armada antifascista e repressom no Val do Límia

A cavalo entre a década de trinta e quarenta do século passado, tal como relata Roman Alonso em “Saltando a raia. Guerrilla republicana no suroeste ourensán (1939-1943)”, agiu no Val do Límia umha unidade guerrilheira. A sua constituiçom foi anterior à fundaçom da Federaçom de Guerrilhas de Galiza-Leom [Ferradilho, abril de 1942] e do Exército […]

Le mais Resistência armada antifascista e repressom no Val do Límia
Agosto 14, 2018

Ata de constituiçom da corporaçom municipal fascista do Concelho de Moinhos

Reproduzimos literalmente ata da sessom do pleno municipal de 24 de julho de 1936, quando já a prática totalidade da província de Ourense estava sob controlo das novas autoridades golpistas. Militarizada a instituiçom municipal polo comandante militar do partido judicial de Bande, tenente de Carabineiros Adolfo Pousa Martínez, som cessadas as autoridades frentepopulistas encabeçadas por […]

Le mais Ata de constituiçom da corporaçom municipal fascista do Concelho de Moinhos
Agosto 14, 2018

I ROTEIRO D@S FUXID@S. “Escapando da morte”.

O Comité pola recuperación da Memoria Histórica do Val do Limia [CMHVL], organiza o primeiro roteiro que rememora unha das vías de escape que empregaron @s vicinh@s do Val do Limia e de outras partes da Galiza para escapar dos carniceiros falanxistas; estes, encheron as cunetas do país de cadáveres durante a represión franquista e […]

Le mais I ROTEIRO D@S FUXID@S. “Escapando da morte”.
Agosto 14, 2018

Poço do Inferno, nom esquecemos!

Segundo aparece no livro “Ourense 1936-1939. Alzamento, guerra e represión”, Sada, Ediciós do Castro, 2004, da autoria de Julio Prada, na noite de 3 a 4 de agosto de 1936 fôrom executados três homens no “poço das Conchas”. Situado no quilómetro 57.9 da antiga OU 540, a estrada que unia Ourense com Portugal, o poço […]

Le mais Poço do Inferno, nom esquecemos!
Agosto 9, 2018

Agosto 1936, mês de chumbo

Talento de Carlos Maside plasmou com enorme nitidez o trágico agosto de chumbo de 1936. Terrorismo falangista inçou a Galiza de centenares de cadáveres dos melhores homens e mulheres do povo trabalhador. Lamentavelmente hoje o fascismo -com novo rosto e formas-, é umha perigosa realidade!

Le mais Agosto 1936, mês de chumbo
Agosto 9, 2018

Benito Valencia Bouza, Manuel Paz Pérez, nom esquecemos!

1 de agosto de 1936 era executado Benito Valencia Bouza na ponte do Boado [Ginzo de Límia].  Vizinho Moinhos tinha tam só 26 anos! “Destruçom da massa cerebral” é a causa “oficial” da sua morte, tal como aparece na ata de defunçom. 7 de agosto de 1936 era executado Manuel Paz Pérez na Devesa do […]

Le mais Benito Valencia Bouza, Manuel Paz Pérez, nom esquecemos!
Agosto 9, 2018

Fosas comúns da dictadura franquista

Fosas comúns da dictadura franquista. E medrando!. O Estado español é depois de Camboia onde máis fosas há no mundo. No Val do Limia non temos constancia de que haxa. Si lugares da infamia, onde se realizaron execucións fascistas: Pozo do Inferno, curva de Fontalboa, na Rola, corga da Vidueira …

Le mais Fosas comúns da dictadura franquista
Agosto 9, 2018

Pré-roteiro d@s fugid@s

Segunda-feira, dia 30 de julho, vamos fazer o pré-roteiro da via de fugida ao exílio d@s antifascistas, entre o Val do Límia e Tourém. Vamos definir e traçar com precisom a rota “Escapando da morte”, que faremos a meados do mês de agosto. Iniciativa que culminará com um jantar de confaternizaçom em Pitões das Júnias, […]

Le mais Pré-roteiro d@s fugid@s
Xullo 27, 2018

Comité pola Memória História do Val do Límia entrevistado em “La Región”

O espertar da Baixa Limia Laura Fernández Eliminar calquera símbolo franquista das rúas e prazas dos concellos da Baixa Limia é unha das primeiras accións do Comité pola Memoria Histórica do Val do Limia. Un colectivo que, coa rigorosidade por bandeira, quere recuperar o pasado recente da comarca. Recuperar unha das etapas máis importantes da […]

Le mais Comité pola Memória História do Val do Límia entrevistado em “La Región”
Xullo 23, 2018

25 de Julho, Dia da Pátria. “Manifesto de Grou”

Nas vésperas do Dia Nacional da Galiza, divulgamos um documento histórico pouco conhecido. O “Manifesto de Grou”, dirigido ao povo da paróquia de Sam Mamede de Grou, pertencente ao concelho de Lóvios, está considerado como o único apelo para comemorar o Dia da Pátria de 1936 no interior do país, quando praticamente o conjunto do […]

Le mais 25 de Julho, Dia da Pátria. “Manifesto de Grou”
Xullo 21, 2018